Mudar Língua pt Planeie a sua estadia

A chegada aos EUA. Miami. A porta latina

Piscina do hotel Pestana Miami South Beach.

A chegada do grupo aos Estados Unidos tomou a via latina e, em 2012, o Pestana Miami South Beach abriu portas, num edifício art déco com muita história e um percurso atribulado, com final feliz.

Com o Pestana Hotel Group a prosperar no Brasil, era impossível não olhar para norte. Lá estavam os Estados Unidos, com o seu mercado feroz, e Miami, mais acessível, com cultura de praia e espírito latino. Foi em South Beach, no início dos anos 2010, que Dionísio Pestana e José Roquette, administrador da área de desenvolvimento, encontraram um belo edifício Art Déco. Fecharam negócio e deram ordem para o início das obras do Pestana Miami South Beach.

A fachada deixa clara a marca de uma época estilizada, nas varandas de cantos curvos e ferro colorido. O arquiteto foi L. Murray Dixon, importante idealizador de Miami Beach nos anos 30, e um dos responsáveis pelos prédios brancos com apontamentos azuis, ex-líbris destas avenidas junto à praia. Dixon desenhou o edifício para ser o hotel Miljean, que operou até à Segunda Guerra, quando o desígnio nacional o transformou em quartel da Força Aérea.

Dias antes de as obras começarem, José Roquette, em Lisboa, recebeu uma mensagem. Era do arquiteto da obra e tinha apenas um link para uma notícia: o edifício recém-comprado tinha ardido. Os interiores em madeira foram destruídos, mas a emblemática fachada sobreviveu e mantém-se preservada, com o seu apontamento em mármore e uma singela sereia. Esta foi a primeira vez que um Pestana renasceu das cinzas.

Piscina do hotel Pestana Miami South Beach.

Pestana Miami
South Beach

Um hotel em Miami num edifício art déco com muita história.

Faça a sua reserva