Mudar Língua pt Planeie a sua estadia

Pousada Sagres

Todos os anos a Pousada de Sagres recebe o mesmo grupo de pessoas, de várias partes do mundo, para descansar, sem telemóveis. “É a própria empresa [onde trabalham] que escolhe a pousada para virem aqui passar duas noites e desligarem”, conta Ana Carolina Nascimento, gerente da pousada.

De facto, não há melhor sítio para esquecer as tecnologias e desfrutar da natureza. Situada na Ponta da Atalaia, a Pousada de Sagres tem de um lado uma vista deslumbrante para a fortaleza de Sagres e para o cabo de São Vicente, o ponto mais a sudoeste da Europa continental, onde o sol se põe. Do outro lado, pode ver-se o nascer do sol e ao longe o azul da praia do Martinhal, uma das mais emblemáticas da zona. “É como se estivéssemos numa pequena ilha no meio do continente”, resume Ana Carolina.

Inaugurada no início dos anos 60, a propósito das comemorações do quinto centenário da morte do Infante D. Henrique, a pousada, uma das mais antigas da rede Pousadas de Portugal, ainda tem elementos decorativos desses tempos. Por exemplo, a estátua de São Vicente por cima da lareira e o conjunto de tapeçarias alusivas aos Descobrimentos, do artista Cândido Costa Pinto, a ocupar duas paredes da mesma sala. Ou as enormes âncoras na relva da piscina e a réplica em madeira do navio inglês Victory, junto à receção.

“O propósito, na altura, era captar turistas para esta região do Algarve, apesar de estarmos no fim do mundo e de só haver uma [Estrada] Nacional para chegar até nós”, explica Ana Carolina.

Os tempos mudaram. Os acessos são bem mais fáceis, mas a pousada continua a manter a mística de fim do mundo. Se, na altura da inauguração, os britânicos eram o alvo principal – de tal maneira que o primeiro bar da pousada era um pub – hoje, é procurada por turistas de todas as nacionalidades, à espera de uns dias calmos, com direito a mergulhos na piscina e passeios a pé ou de bicicleta. O trilho mais próximo passa mesmo em frente ao muro da pousada e vai até à praia da Mareta, que fica a 10 minutos a pé.

Ao contrário do resto do Algarve, a época alta aqui acontece mais tarde e outubro costuma ser o mês mais concorrido, quando a vila também é procurada por surfistas.

Além de uma sala de leitura, também há uma sala de massagens (funciona por marcação), campo de ténis, um bar com esplanada e um restaurante, os dois últimos abertos a não-hóspedes e com um desconto especial para habitantes de Sagres.

Pousada Sagres

Desta localização privilegiada na Ponta da Atalaia, vê-se de um lado o cabo de São Vicente e do outro o azul da praia do Martinhal.

Faça a sua reserva